clike para ver mais
clike para ver mais
clike para ver mais
clike para ver mais
clike para ver mais

clike para ver mais

PM prende autores de homicídio de morador de rua em Perdões/MG

Durante a noite de quarta-feira (10/04/13), por volta das 22:30, na cidade de Perdões/MG, a PM foi acionada por populares, via 190, a comparecer à Praça Fernando Dias de Oliveira; pois no

local havia duas pessoas agredindo um cidadão

com um violão e fugiram em seguida.

 

As equipes da Polícia Militar dirigiram-se para o endereço onde localizaram a vítima, 44 anos, deitada no chão, com ferimentos na face e na cabeça, com grande hemorragia, estando seminu, vestido apenas com camisa e não apresentava sinais vitais. Compareceu no local o médico de plantão da Santa Casa de Perdões, que confirmou o óbito. O local foi isolado pelos militares até os trabalhos da perícia e posterior liberação do corpo para o serviço funerário. A pedra utilizada na prática da ação foi recolhida pelo The information is going to be shipped around the GTS Edge platform and also the traditional classic Rainbow Riches is going to be among the first casino games available. perito.
 

Local onde vitima dormia


 
Através das informações de que era um rapaz de cor clara estatura mediana e outro moreno mais alto, os Policiais Militares iniciaram diligências no intuito de localizar os autores, tendo encontrado o violão usado na ação criminosa nas proximidades de um estabelecimento comercial. Após informações, os Policiais Militares chegou até a residência onde o adolescente infrator, 17 anos, estava dormindo; ao ser questionado, confirmou aos militares que agrediu a vítima sem motivos e que estavam bebendo em um bar e depois de uma pequena discussão, aproveitou que a vítima estava dormindo na rua e o agrediu primeiramente com o violão e depois usou uma pedra para amassar a cabeça da vítima.

 

O adolescente infrator mostrou onde poderia estar seu comparsa, tendo os militares deslocado até o endereço, onde encontraram o co-autor, 20 anos, o qual negou ter participado da ação e disse que apenas ficou vendo seu amigo agredir a vítima, sem tomar nenhuma providência para impedir ou mesmo acionar a Polícia.

 

Fonte e fotos: NCO 112 Cia PM