clike para ver mais
clike para ver mais
clike para ver mais
clike para ver mais
clike para ver mais

clike para ver mais

NOVA GREVE: Sem receber salários, médicos do hospital São Sebastião voltam a cruzar os braços

O corpo clínico de médicos do hospital São Sebastião decidiu pela retomada da paralisação dos serviços eletivos, conforme já havia acontecido no último dia 10 de outubro.

A última greve durou menos de 24 horas, pois houve mediação do Ministério Público, que conseguiu um acordo entre médicos e a interventora do hospital, sob a condição dos salários serem pagos em até 15 dias, o que não aconteceu até o momento.

Na ocasião foi anunciado que a interventora estava tentando levantar um empréstimo junto a um banco na cidade de Campo Belo, para colocar em dia os pagamentos atrasados.

Para piorar a situação, além dos salários atrasados, os médicos agora também alegam total falta de condições dignas de trabalho, como  falta de medicamentos e de materiais básicos.

A última greve repercutiu bastante na imprensa mineira, tendo sido objeto de reportagem ao vivo pela Globo EPTV.

Em comunicado afixado na portaria do hospital os médicos informam que a greve é por tempo indeterminado. Até o momento não houve manifestação formal do município e nem da interventora Fabiana Cláudia Souza Borges, que também é a atual secretária de saúde de Santo Antônio do Amparo.

O hospital São Sebastião  está sob intervenção judicial do município de Santo Antônio do Amparo desde o mês de maio último, quando o prefeito Jorge Otaviano Costa Lopes, em nome do município, solicitou tal medida à justiça de Bom Sucesso.