clike para ver mais
clike para ver mais
clike para ver mais
clike para ver mais
clike para ver mais

clike para ver mais

Médicos receberam parte dos salários atrasados mas decidem continuar com a greve

Repercutiu bastante a notícia sobre a comunicação da decisão de paralisação do atendimento no pronto socorro pelos médicos em greve no hospital São Sebastião, divulgada em primeira mão ontem pelo amparensenews.

Nas redes sociais inúmeras pessoas se manifestaram preocupadas e inconformadas com a situação.

O município de Santo Antônio do Amparo recebeu um recurso extra do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) na data de hoje, o que possibilitou fazer um repasse para o hospital, garantindo o pagamento dos salários  dos meses de agosto e setembro, que estavam atrasados.

Na página oficial do facebook do governo municipal foi publicada uma nota de que a prefeitura juntamente com a diretoria do hospital haviam regularizado os pagamentos atrasados. Até um carro de som percorreu as ruas da cidade fazendo a divulgação da publicação.

Em contato com um médico que faz parte do movimento grevista, este informou à nossa reportagem que ainda falta pagar aos médicos os salários do mês de outubro e que por essa razão os efeitos da greve seriam mantidos, desmentindo a nota da prefeitura de regularização.

Os médicos informaram que vão manter o cronograma de iniciar o encerramento das atividades do pronto socorro no prazo de 72 horas que começou a ser contado na tarde de ontem e que a greve somente vai terminar com o recebimento de todos os pagamentos atrasados.