clike para ver mais
clike para ver mais
clike para ver mais
clike para ver mais
clike para ver mais

clike para ver mais

Jorginho Lopes pede autorização aos vereadores para parcelar dívidas deixadas pela administração anterior.

A  Câmara Municipal de Santo Antônio do Amparo iniciou seus trabalhos legislativos de 2013 com a realização de uma reunião

extraordinária nesta quinta feira 10 de janeiro, que foi convocada pelo presidente Márcio Lopes, para atender a um pedido de urgência

de análise  a um projeto de lei enviado pelo prefeito Jorginho Lopes.

O  projeto de lei tratou de um pedido de autorização do legislativo para parcelamento de dívidas do município junto à Cemig (Companhia Energética de Minas Gerais), que foram deixadas pelo governo do ex-prefeito, Evandro Carrara. São débitos de quase R$80.000 (oitenta mil reais) relativos a contas de energia de vários órgãos da prefeitura, dos meses de outubro, novembro e dezembro e que estavam prestes a ser cortadas.

A justificativa do prefeito Jorginho Lopes foi as dificuldades financeiras encontradas na prefeitura, em razão da dívida de quase 4 milhões de reais deixada pela administração anterior e que estão colocando o município numa situação delicada para manter suas

atividades essenciais.

O projeto de lei foi aprovado por unanimidade pelos 9 vereadores presentes na sessão, que momentos antes estiveram com vice-prefeito Renato Torres na prefeitura, de quem receberam documentos que comprovam a dívida deixada pelo ex-prefeito.

A dívida de quase 4 milhões de reais que assola a prefeitura envolve débitos fiscais, diversos fornecedores, coleta de lixo, água, luz, telefone dentre outros.

Estiveram ausentes na primeira sessão legislativa do ano os vereadores Salviano Avelar e Marcelo Carrara, que tiveram suas faltas justificadas pelo motivo de estarem viajando.

O prefeito Jorge Lopes em breve fará um pronunciamento público sobre a real situação da prefeitura.