clike para ver mais
clike para ver mais
clike para ver mais
clike para ver mais
clike para ver mais

clike para ver mais

Domingo tem festa do Congado na Guarita

Neste domingo dia 24 de novembro, a comunidade da Guarita irá promover uma festa do congado, homenageando Nossa Senhora do Rosário e São Benedito.

 

Haverá participação de vários grupos da região, com chegados dos ternos prevista para às 9 horas, procissão com os reis e rainhas às 15 horas e descimento das bandeiras às 16 horas.

 

O congado é uma manifestação cultural e religiosa de influência africana celebrada em algumas regiões do Brasil.

 

Trata basicamente de três temas em seu enredo: a vida de São Benedito, o encontro de  Nossa Senhora do Rosário submergida nas águas, e a representação da luta de Carlos Magno contra as invasões mouras.

 

O congado, também chamado de congo ou congada mescla cultos católicos com africanos num movimento sincrético. É uma dança que representa a coroação do rei do Congo, acompanhado de um cortejo compassado, cavalgadas, levantamento de mastros e música. Os instrumentos musicais utilizados são a  cuíca, a caixa, o  pandeiro, o reco-reco,o  cavaquinho, o tarol, o tamboril, a  sanfona ou acordeon. Ocorre em várias festividades ao longo do ano, mas especialmente no mês de outubro, na festa de  Nossa Senhora do Rosário. O ponto alto da festa é a coroação do rei do Congo.

 

Na celebração de festas aos santos, onde a aclamação é animada através de  danças, com muito batuque de zazumba, há uma hierarquia, onde se destaca o rei, a rainha, os generais, capitães, etc. São divididos em turmas de números variáveis, chamados ternos ou  guardas . Os tipos de ternos variam de acordo com sua função ritual na festa e no cortejo: Moçambiques, Catupés, Marujos, Congos, Vilões,contra-danças, ternos femininos e outros.