clike para ver mais
clike para ver mais
clike para ver mais
clike para ver mais
clike para ver mais

clike para ver mais

Café Natural amparense bate récorde e é vendido por R$18.093,31 a saca

A saca do café premiado na categoria “Naturals” no concurso Cup of Excellence foi vendida em leilão nesta terça-feira pelo lance récorde de 40,60 dólares/libra-peso, ou 18.093,31 reais por saca de 60, informou a Associação Brasileira de Cafés Especiais (BSCA).

O valor por saca foi pago pela empresa japonesa Maruyama Coffee, que levou cinco sacas do produto campeão no concurso, produzido por Homero Aguiar Paiva, na Fazenda Guariroba, em Santo Antônio do Amparo, Sul de Minas Gerais.

A Starbucks Coffee também participou do leilão e adquiriu a segunda parte desse lote, pagando o equivalente a 16.399,85 reais por saca.

Segundo a BSCA, o leilão de 19 lotes dos vencedores no concurso também registrou o lance médio histórico de 12,47 dólares por libra-peso, o que equivale a 5.557,23 reais por saca de 60 kg.

Todos os cafés naturais (colhidos e secos com casca) ofertados no concurso realizado pela BSCA, em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e a Alliance for Coffee Excellence (ACE), foram negociados com ágio em relação ao preço de abertura.

Os lotes ofertados no leilão foram comprados por empresas de 12 países, de mercados tradicionais e emergentes no consumo de café, como Japão, Coreia do Sul, Austrália, Suíça, Arábia Saudita, Noruega, Reino Unido, Lituânia, Espanha, Estados Unidos, China e Taiwan.

“Os recordes alcançados e os altos valores gerais demonstram o interesse das principais indústrias mundiais e consolidam o reconhecimento global dos cafés naturais do Brasil, enaltecendo a sustentabilidade de nossa produção e a qualidade final do produto”, disse a diretora da BSCA Vanusia Nogueira, em nota.

Fonte: Reuters